A Pandemia e os novos dias

Standard

Um caso de pandemia não é mapeado por boa parte das organizações e muito menos aguardado pela população, porém, como vemos nos dias de hoje, pode ocorrer, e tanto nossas famílias como empresas de pequeno até grande porte vêm buscando soluções para lidar com essa situação.

A pandemia é uma epidemia de doença infecciosa que se espalha entre a população localizada numa grande região geográfica como, por exemplo, um continente, ou mesmo o mundo.

Medo, incerteza e notícias, sejam elas falsas ou verdadeiras, nos bombardeiam diariamente. A disseminação rápida de boatos, que fazem parte de uma comunicação interna informal, geram desestabilidade e tornam o ambiente de trabalho propício para a manifestação desses sentimentos. O medo de perder o emprego e de como serão os próximos passos da corporação surgem. Mesmo que pareça difícil, devemos tentar manter a calma para sermos capazes de agir de maneira racional. No mundo corporativo, os sentimentos de medo e incerteza podem produzir efeitos negativos nos colaboradores, afetando o trabalho em equipe e a produtividade de cada um. Para lidar com isso, uma comunicação interna eficaz, que saiba lidar com as emoções humanas e organizacionais se torna essencial.

Buscar “observar” seus funcionários, compreender suas emoções e todos os aspectos ao redor se torna algo humano, que permite a construção de relações mais densas entre todos os níveis hierárquicos. A abertura para diálogos e esclarecimentos sobre os próximos passos a serem tomados por todos, como equipe, diante de uma situação tensa como essa, permite que se crie um bem-estar coletivo que tranquilize quem trabalha ali. Transparência e objetividade por parte dos líderes contribuem também para a geração de engajamento entre as pessoas, que dessa forma, gerarão bons resultados mesmo no meio de uma pandemia. Dessa forma, deixamos a histeria, que já ocupa boa parte do nosso dia, de lado, permitindo também que relações saudáveis gerem aprendizados e contribuam para o desenvolvimento de cada um como indivíduo.

Flávia Avancini

Compliance?

Standard

O verbo “to Comply” (inglês) significa obedecer, cumprir, agir em consonância plena com as regras. Compliance empresarial, significa estar absolutamente em linha com normas, controles internos e externos. É a área responsável por assegurar o cumprimento de todas as imposições dos órgãos de regulamentação, dentro de todos os padrões exigidos de seu segmento; em todas as esferas: trabalhista, fiscal, contábil, financeira, ambiental, jurídica, previdenciária, ética, entre outras.

O respeito às normas legais sempre foi necessário para as organizações, mas hoje existem fatores que tornam a situação das regras mais complexa que nunca. O mercado mundial é globalizado, então, se uma empresa brasileira vende produtos para o mercado russo, para se manter em compliance, precisará seguir leis do Brasil e, também as do país importador.

Benefícios

Transparência e credibilidade junto aos colaboradores, clientes, fornecedores, entre outros.

Estabelecimento de uma relação justa e confiável com seus colaboradores.

Aumento da eficiência e da qualidade dos serviços prestados;

Garantia da idoneidade corporativa e da segurança jurídica, trabalhista, fiscal…

Garantia da expansão de mercado com empresas sérias, e igualmente idôneas.

Fortalecimento da Marca.

Compliance Officer

                O compliance officer é o profissional responsável por garantir que todas as regras internas e externas da empresa sejam cumpridas. Para tanto, o compliance officer gerencia um programa de integridade, garantindo a ética na conduta da empresa. Essa responsabilidade exige principalmente o conhecimento jurídico, sendo comum advogados ocuparem essa função, seja como colaborador ou consultor externo.

Formação e Habilidades

O compliance officer ocupa um cargo de confiança, o que exige comportamento ético impecável e caráter integro inquestionável.

Requer facilidade de comunicação e capacidade de relacionamento, já que ele deverá ser capaz de transitar por todas as áreas internas e acompanhar situações externas.

Requer postura de autoridade, mas não como um fiscal inimigo, mas sim um como um guardião da idoneidade empresarial.

Requer perfil negociador e capacidade de argumentação e persuasão sobre a melhor atitude a ser tomada, mesmo que esta não seja a estratégia mais popular.

Para se tornar um compliance officer, é necessário aprofundar-se em estudos de direito empresarial, administração, finanças e gestão corporativa. Uma boa opção é realizar uma pós-graduação em MBA (Master of Business Administration).

                            ________________________**********_____________________

              Com o crescimento das redes sociais, as empresas estão cada vez mais expostas à avaliação rigorosa do mercado e dos órgãos reguladores; programas de compliance, têm se tornado mais abrangentes e importantes para a integridade das empresas. O cliente está muito mais preparado e exigente, em meio às muitas opções de marcas de serviços ou produtos buscam parceiros responsáveis, éticos e que possam estabelecer uma relação comercial de confiança.

PGratz – fevereiro 2020

Entrevista Virtual: Um Novo Olhar!

Standard

Já há algum tempo o mundo virtual chegou ao Recrutamento e Seleção. As entrevistas à distância estão cada mais frequentes e me arrisco a dizer que hoje são a maioria. Aquela impressão de que a entrevista presencial é muito melhor, que o olho no olho faz a diferença, já não tem a força de antigamente. Lutar contra essa tecnologia e as vantagens que ela nos traz já não faz mais sentido. Os recursos estão cada vez melhores e nos permitem entrevistar em tempo real com clareza de vídeo e áudio.

Os processos de seleção à distância:

  • Permitem que a empresa encontre candidatos em diversos locais fora de sua cidade;
  • Dão agilidade ao processo;
  • Reduzem custo;
  • Facilitam a mobilidade de quem mora principalmente em grandes cidades, como São Paulo;
  • Diminuem o índice de candidatos faltantes.

É um processo que exige apenas dois computadores com boa conexão e a interação entre duas pessoas, de um lado a presença do profissional de R&S com expertise e conhecimento e na outra ponta o candidato sendo avaliado em todo o seu conhecimento, habilidades e potencial.

Não temos mais dúvida de que a entrevista virtual veio para ficar, mas como pensam e se sentem as pessoas envolvidas nesse processo? Como uma consultoria de Recrutamento e Seleção preocupada com pessoas, fizemos esse questionamento para nossas consultoras e candidatos.

O que pensam as consultoras: “Sinto-me segura na avaliação do candidato”, “agilizou e facilitou muito o processo”, “sinto falta da leitura corporal”, “às vezes a conexão é ruim porque depende das duas pontas”, “alguns candidatos ainda ficam desconfiados”, “a maioria dos candidatos acha sensacional”, “consigo ver o comprometimento do candidato que se prepara e se preocupa com o ambiente da entrevista”.

O que dizem os candidatos: “ Gosto porque é ágil e evita meu deslocamento”, “é prático, gostei da experiência”, “ a consultora soube me deixar à vontade”, “fui orientado em relação ao ambiente para entrevista”, “ainda acho que ser entrevistado pessoalmente faz diferença”, “sinto-me seguro com esse tipo de entrevista”.

Sem dúvida, a entrevista virtual é um caminho sem volta e muitos avanços ainda virão!

Luciana Martino

 

Colaboradoras Destaque do Semestre

Standard

Não há nada melhor do que ser reconhecido, tanto na vida pessoal quanto na profissional. E foi pensando nisso que aqui na Proativa RH temos o Colaborador Destaque do Semestre. Uma maneira de incentivar e reconhecer o valor e dedicação dos profissionais que estão conosco todos os dias.

E com muito orgulho anunciamos as vencedoras desse semestre: Michele e Karina. Profissionais que foram escolhidas por meio de votação interna nas nossas unidades Santo Amaro e Cajamar, ganhando com a maioria dos votos.

Na Proativa RH unidade Cajamar temos o depoimento da Karina que relata um pouco sua história de vida e trajetória profissional aqui na Proativa.

“Minha trajetória na Proativa começou no final do ano de 2013, eu era uma universitária prestes a trancar a matrícula na faculdade, por não ter condições financeiras de continuar. Meu conhecimento em DP era muito pequeno, mesmo assim a oportunidade me foi dada. Hoje, eu tenho 6 anos de empresa, consegui me formar, me casei e tenho uma filha de 2 anos e 8 meses.

E continuo aprendendo cada dia mais e mais com essa equipe maravilhosa, sou muito grata por fazer parte da família Proativa. Agradeço principalmente meu gestor que confiou no meu potencial, que sempre teve a disponibilidade para me ensinar. ” Segundo ela gratidão é a palavra que define o momento.

Na unidade Santo Amaro, a Michele, conta como se sentiu ao ser homenageada e um pouco da sua trajetória:

“Primeiramente quero agradecer a todos da empresa por me conceder o prêmio, jamais imaginei que pudesse ser homenageada dessa forma, mas Deus sempre nos surpreende no momento certo. Sou uma pessoa extrovertida, brincalhona e também de gênio forte, mas acima de tudo sou simples, humilde e batalhadora. Tenho uma família linda formada pelo meu marido e o amor de nossas vidas, minha filha Natasha, de 8 anos e agora a mais nova integrante, minha cachorrinha Pérola.

A Proativa RH na minha vida se tornou uma segunda família, pois nela conquistei amigos e o respeito de todos. Gosto do que faço. Enfim, só tenho que agradecer a todos por terem dado a oportunidade. Vocês são especiais!”

 

Parabéns pelo trabalho realizado de forma excelente todos os dias, todos temos orgulho de vocês!

Dia Nacional do Livro

Standard

Dia Nacional do Livro é comemorado anualmente em 29 de outubro. Essa data foi escolhida em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional do Livro, em 1810, pela Coroa Portuguesa. Na época, D. João VI trouxe para o Brasil milhares de peças da Real Biblioteca Portuguesa, formando o princípio da Biblioteca Nacional do Brasil (fundada em 29 de outubro de 1810).

No Brasil ainda se comemora o Dia Nacional do Livro Infantil, em 18 de abril, uma homenagem ao escritor Monteiro Lobato, que nasceu nesse dia.

O Brasil começou a editar seus próprios livros ainda em 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia. O primeiro livro a ser editado foi “Marília de Dirceu”, do escritor Tomás Antônio Gonzaga.

Desde então os brasileiros têm usufruído dessa experiência enriquecedora, já que o livro permite que o conhecimento seja multiplicado a todos que valorizam a leitura dos mais diversos títulos, autores e gêneros. A leitura é uma fonte inesgotável que permite que o leitor “viaje” pelo mundo, conheça outros costumes, amplie seu vocabulário e enriqueça a imaginação.

Diversas bibliotecas, livrarias e escolas realizam eventos para celebrar esse dia. Nas escolas, podemos destacar a leitura de livros pelos alunos, apresentações teatrais, ou mesmo, idas às bibliotecas do município. Bibliotecas e livrarias costumam realizar eventos com alguns escritores e apresentações dramáticas de algumas obras da literatura nacional e mundial.

Muitas livrarias realizam descontos nesse dia com o intuito de disseminar e estimular a prática da leitura.

É lamentável que a prática da leitura esteja cada vez mais sendo abandonada em função da tecnologia e das facilidades que ela nos traz. Entretanto cabe a nós, adultos, estimular essa prática para que as gerações futuras não percam informações relevantes da história da humanidade, não percam o acesso à tanta criatividade e possam continuar usufruindo de todo o bem que só a leitura pode nos dar.

 

Luciana Martino

Você consegue imaginar que as árvores têm capacidade de se comunicar?

Standard

O engenheiro florestal alemão Peter Wohlleben depois de décadas de estudo, defende a tese que as arvores se comunicam. O cientista afirma que as raízes das árvores transmitem impulsos elétrico-químicos semelhantes aos que ocorrem no nosso cérebro, formando embaixo da terra uma rede de comunicação surpreendente entre elas.

Através de códigos bioquímicos, árvores reconhecem a necessidade de alimento das demais (seiva entre outros elementos extraídos da terra e do ar).

Wohlleben afirma: “ O que nós chamamos de árvore é apenas o que é visível na superfície, no entanto, a maior parte da sua vida se encontra subterrânea”.

(Engenheiro florestal e pesquisador alemão Peter Wohlleben – é autor do livro “A Vida Secreta das Árvores”)

As árvores nos fornecem o oxigênio no processo de fotossíntese; aumentam a umidade do ar graças à evapotranspiração; evitam erosões;  reduzem a temperatura e fornecem sombra e abrigo para nós humanos e para diversas espécies de animais.

Em virtude da expansão rural e urbana, as árvores são constantemente exterminadas, o que resulta em grandes áreas desmatadas. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população humana e animal, entre outros danos ambientais, o   assoreamento de rios, a redução do regime de chuvas; a desertificação e a perda brutal da biodiversidade.

Se não conservarmos a floresta amazônica em especial e, outras mais espalhadas pelos estados brasileiros, deixaremos de contribuir enormemente na luta mundial contra a crise climática.

Historicamente, as queimadas estão ligadas ao desmatamento para a expansão agropecuária. Queimar a floresta tem sido uma das técnicas mais usadas para converter o solo para a agricultura e pecuária. As queimadas são iniciadas como método legal e controlado, mas muitas fogem do controle do homem e se tornam incêndios criminosos.
O impacto imediato dos incêndios na biodiversidade causa a morte de milhares de animais e muitas plantas que habitam as nossas florestas.
As árvores são seres vivos, sentem os impactos naturais como a ventania e os impactos não naturais como os incêndios. As arvores relacionam-se entre si através do seu maravilhoso e secreto universo; e com a humanidade generosamente na preservação das nossas vidas.

21 de setembro comemoramos o dia da árvore, com o objetivo de conscientizar, especialmente as crianças e os adolescentes da importância da preservação das árvores e da proteção do meio ambiente.

 

 

P Gratz

Setembro 2019

GEISA – PAIXÃO POR PESSOAS

Standard

A menina Geisa foi muito desejada; seus pais já tinham sido presenteados com dois filhos meninos e aguardavam ansiosos por uma menina que nasceu em 13 de maio, dia da Abolição da Escravatura, data em que a princesa Isabel assinou a Carta Magna oficializando a libertação dos escravos. Coincidência ou não, o fato é que Geisa tem um interesse especial pelas pessoas e suas causas sociais.

Em 2015 concluiu o curso técnico em Nutrição, motivada pela expectativa de contribuir na qualidade de vida das pessoas.

No entanto, foi como jovem aprendiz em empresa multinacional americana de tecnologia da informação que Geisa iniciou sua vida profissional; fase de muitos desafios e aprendizagem; foi nesta empresa que pode dar início a sua carreira e construir caminhos para chegar até a sua segunda experiência – Proativa RH.

Disse que na equipe de Administração de Pessoal da Proativa pode “re-significar-se” como profissional de recursos humanos.

Embora atualmente atue na área de administração pessoal, diz ter tido a oportunidade de contatar e orientar colaboradores ou prestadores de serviço; completa seu raciocino na certeza de estar no lugar certo para buscar seus objetivos futuros, ou seja, aprofundar-se nos temas generalistas de RH e talvez cursar Psicologia ou Psicopedagogia.

 Este ano graduou-se em Gestão de Recursos Humanos pelo PROUNI (Programa Universidade para Todos) com bolsa integral; palavras da Geisa: ”Foi uma das minhas maiores conquistas da vida”.

Geisa finaliza com uma frase que segundo ela, descreve perfeitamente o prêmio de Colaborador Destaque e tudo mais que tem vivenciado na Proativa…

        “Quando você muda, experimenta sensações novas e muitos temem as sensações novas. Por isso, muita gente não arrisca, nem sai da zona de conforto. Talvez esse desconforto seja o primeiro passo para levar você à realização de seu sonho. Afinal, não há como, sempre, dar um passo sem segurança. Você precisa confiar que terá ar para respirar, mas nem pensa nisso durante o seu dia. Da mesma forma, você tem que confiar que as coisas acontecerão da maneira que abrirão os seus caminhos em direção aos seus sonhos.”

A GAROTA VENCEDORA DO RIO SÃO FRANCISCO

Standard

Um dia depois do Natal de 1985 a nossa Fabiana nasceu… cresceu no sertão da Bahia às margens do rio São Francisco; filha de pais agricultores de vida modesta e, com muitas dificuldades para criar 12 filhos. É isso mesmo que vocês acabaram de ler! A Fabiana teve 11 irmãos!! Hoje são em nove; alguns moram com os pais no Nordeste e outros em São Paulo.

 

Aos 12 anos de idade Fabiana veio para SP com a responsabilidade de ajudar seu irmão mais velho, nos afazeres da casa e, principalmente nos cuidados com sua sobrinha.

 

Depois de 6 anos com seu irmão, foi morar com uma irmã e mais quatro irmãos solteiros; foi nesta época que conseguiu seu primeiro emprego num Posto de Gasolina como frentista e depois como caixa.

 

Após 4 anos no posto, decidida a cursar Psicologia, preferiu trabalhar numa Loja de Decoração próxima à faculdade. O tempo passa rápido demais… e chegou o momento do estágio.

 

Nesta época trabalhou numa clínica da prefeitura, onde atendia crianças da rede pública de ensino; realizava o atendimento individual e também nas escolas, no entanto não quis seguir na área, pois apesar de admirá-la, buscava algo mais objetivo que de fato criasse oportunidades para as pessoas.

 

Pensamento da Fabiana:

“O Trabalho nos faz sentir vivos e nos motiva a sonhar e ter esperança”.

 

Depois de formada buscou atuar na área de RH; neste período foi contratada numa Agência de Empregos, onde trabalhou um pouco mais de um ano no atendimento de recrutamento e seleção de profissionais para construção civil.

 

Sua segunda experiência na área de RH foi em uma consultoria, onde iniciou logo após três meses do falecimento de sua irmã. Além do luto, Fabiana passou por mudanças no campo profissional; os processos da Consultoria de RH são totalmente diferentes da Agência de Empregos. Sua adaptação foi bem complicada e as colegas de trabalho não facilitaram em nada, muito pelo contrário, debochavam das suas dificuldades e fraquezas.

No momento trabalha na Proativa RH…

Palavras de Fabiana:

“Fui recebida em um ambiente acolhedor, logo no início me identifiquei com a empresa, era exatamente o que eu buscava, uma empresa que vai de encontro com o que eu acredito e valorizo, aprendi muitas coisas, superei muitos desafios e sei que ainda tenho muito a aprender e desenvolver. Considero esse o meu melhor momento profissional e também emocional, pois como disse anteriormente “ o trabalho é o que nos move. ”

Recentemente recebeu o prêmio de Colaboradora Destaque do Primeiro Semestre 2019, muito emocionada disse:

“Esse prêmio teve um significado extremamente importante para minha vida, digo que fechou um ciclo, fechou uma ferida e me fez ter a certeza que tenho trilhado pelo caminho certo, me fez acreditar que as pedras que surgem no caminho não podem determinar o que somos, elas apenas servem para serem usadas como degraus para chegarmos muito mais longe. ”

Encerra seu depoimento: “Sem Deus nada teria sido possível !”

 

Campanha do agasalho 2019

Standard

Criada em 1947, a Campanha do Agasalho é uma iniciativa do Fundo Social de São Paulo (FUSSP), em parceria com entidades públicas, privadas e sociedade civil. Seu principal objetivo é coordenar ações de arrecadação de itens de inverno, para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade a enfrentar os períodos de frio.

O recolhimento de agasalhos e cobertores novos e em bom estado se dá pela disponibilização de coletores e cartazes em locais movimentados, convidando a população a participar.

Com o tema “Nosso superpoder contra o frio é um agasalho novo”, a campanha 2019 tem como protagonistas os personagens Ben10 e As Meninas Superpoderosas, do Cartoon Network, que terão uma grande missão: engajar a sociedade para promover um inverno mais solidário. Com esse time generoso, heróis superpoderosos e a população de São Paulo, o frio deixa de ser um monstro gigante.

As doações recebidas serão destinadas para entidades sociais, entre elas hospitais e centros de acolhida, em todos os municípios do Estado de São Paulo.

Todas as informações sobre a programação, que ocorre de 20 de maio a 22 de setembro, estão disponíveis no site:

www.campanhadoagasalho.sp.gov.br

A PROATIVA RH adere a esta causa há muito tempo e anualmente disponibiliza as caixas de arrecadação em suas unidades para coleta de agasalhos e cobertores entre seus funcionários e familiares.
Certamente a sensibilização e apoio da nossa equipe fortalece este “superpoder” contra o frio.

“Nosso superpoder contra o frio é um agasalho novo”.

Participe você também!!

 

 

Flávia Avancini