Participando de um processo seletivo enquanto trabalho. Como lidar?

Standard

Participar de um processo seletivo é dar um passo para uma nova direção em nossa vida. É entrar em um turbilhão de emoções que variam da ansiedade a autoconfiança. Muitas vezes é sair da área de conforto. Esta atribulação sentimental cresce a cada fase de aprovação no processo mas, este é um momento decisivo que apesar de tudo, deve ter o máximo do nosso foco e dedicação.
Entretanto, boa parte dos candidatos não estão desempregados. Isto significa enfrentar todo este cenário descrito acima tocando a sua rotina de trabalho e seguindo o cronograma do processo seletivo, que inclui estar atento e disponível durante todo o dia para atender uma ligação muito esperada e ter disponibilidade de horário para participar de entrevistas que, muitas vezes, coincidem com o horário de trabalho. Então surgem vários questionamentos: ser sincero com seu chefe? Como agir quando a entrevista for marcada bem no seu horário de trabalho?
Um profissional só busca outro emprego por um motivo, sua insatisfação. Seja um descontentamento para com a empresa ou algo pessoal. Ou seja, a motivação para se buscar algo novo pode nascer tanto de uma remuneração que não supre mais as necessidades do colaborador, quanto uma decisão de mudar para outra cidade ou estado. Ninguém muda de emprego senão para buscar o melhor para sua carreira e seu estado de espírito, afinal estes dois aspectos só evoluem de mãos dadas.
Antes de começar a sua busca, avalie as opções que você tem dentro da empresa. Se você deseja melhorar o seu cargo, converse com seu gestor. Peça para mudar de área, caso esteja buscando novos desafios. Mas, antes de tudo, fale sobre seus desejos e sobre a sua carreira. Muitas vezes a solução não está do lado de fora.
Se depois dessa tentativa, você realmente decidir fazer essa mudança na sua vida, parta para a busca de um novo desafio no mercado de trabalho. Falar ou não para a sua chefia depende exclusivamente do grau de liberdade e intimidade que você tem com ela. Nem sempre isso será possível. Nesse caso, tente negociar as etapas do processo seletivo fora do seu horário de trabalho.
Em último caso, só à você cabe avaliar os riscos de ausentar-se da empresa atual. Não tendo opção, arrisque-se na medida certa, tente não prejudicar o empregador atual e nem o futuro. Infelizmente o risco existe, avalie bem o seu cenário. Se realmente é isso que você quer, logo após este risco pode haver um novo caminho de sucesso e realização em sua carreira.

Luciana Martino e Reinaldo Araujo.