O Sol nasce para todos e com ele, as oportunidades

Standard

Você mal sentiu o frio do último inverno e já chegou aquela época quente e abafada do ano. Enquanto no frio os melhores programas são em casa, debaixo de camadas de cobertores, filmes e bebidas quentes, no verão só pensamos nos programas ao ar livre. Os carros lotam as estradas em direção ao litoral e da mesma forma, pessoas enchem os parques e clubes. Todos com o objetivo de aproveitar o Sol, refrescar-se, bronzear-se ou fugir dele, apelando para visitas em estabelecimentos climatizados.
Ao mesmo tempo que para uns o verão é sinônimo de férias e descanso, para outros é época de trabalho e ganhos extras. Se olharmos para as cidades litorâneas, percebemos muito movimento dos empreendedores de ocasião, que nos surpreendem com tanta inovação e criatividade. O objetivo é entregar um produto ou serviço que seja lucrativo e chame a atenção dos turistas. Para isso, vale tudo: sanduiche natural, empadinhas, queijo coalho, milho verde, repentistas, raspadinha, tatuagens de hena, enfim, uma diversidade de coisas deliciosas, divertidas e lucrativas. Além dos cidadãos litorâneos, alguns deslocam-se para o litoral apenas para colocar em prática sua ideia e seu trabalho, voltando para suas casas ao final da temporada.
De uma maneira mais estruturada, diversas empresas perceberam no verão a oportunidade de divulgar a sua marca. Através de campanhas de marketing e forte atuação da área de vendas, marcam sua presença nas areias das praias patrocinando eventos e estabelecimentos. Percebemos também a presença de promotores de vendas comercializando seus produtos sem perder a identidade e a experiência da marca, ou seja, a profissionalização da venda ambulante.
Com a desaceleração do mercado, diminuição de empregos e o incentivo a contenção de gastos, consumidores e comerciantes mudaram seus hábitos e abordagens. Se antes o turista, por comodidade, comprava na areia o que poderia trazer de casa; agora, por economia, faz o contrário. E o comércio se renova, introduzindo novos produtos e agregando inovação aos serviços tradicionais, tudo para não perder seu espaço sob o Sol.
O brasileiro, apesar de todos os pesares, sempre vê o lado positivo das situações. Enxerga oportunidades em meio aos problemas. Turistas não deixaram de ter seus momentos de lazer e empreendedores não desistiram de vender. O calor do verão, mesmo que exagerado em alguns momentos, nos recarrega, renova e inspira. Impulsiona os aventureiros, os criativos e os viajantes. Seja para relaxar ou para lucrar, o Sol nos ilumina com seu calor e suas oportunidades.

Reinaldo Araújo


Você vai gostar de ler também: