Profissional da Informática

Série The IT Crowd
Standard

O profissional da Informática é uma profissão recente, criada nos últimos 40 anos. Não há registro do motivo pelo qual o dia 19 de outubro foi escolhido como o dia desses profissionais, até porque é considerada apenas uma data comemorativa, e não oficial.

Desde 2007, há um projeto em discussão no Senado sobre a regulamentação da profissão. O projeto em questão aborda que, se entrar em vigor, os profissionais que exercerão atividades no setor de Tecnologia da Informação precisarão de forma obrigatória de registro no conselho regional de Informática, porém, para que o registro seja válido, a pessoa deve ter:

  • 5 anos de experiência comprovada (ou seja, com carteira assinada) – para ser analista de sistemas.
  • 4 anos de experiência comprovada para técnico de Informática.

São exemplos: programadores, engenheiros de softwares, administradores de banco de dados, analistas de redes, analistas de segurança, analistas de sistemas, entre outros.

Essa é uma área essencial para o desenvolvimento constante das comunicações contemporâneas, de modo que está em crescimento.

O profissional da Informática atua em diversas funções, sendo que é o responsável por uma boa interação entre usuários e computador, criação de softwares, criação de sites, suporte técnico, organização de banco de dados, configurações em redes de computadores, entre outros.

O atual cenário do mercado de Tecnologia da Informação tem exigido cada vez mais dos seus profissionais. Se antes, o perfil desse especialista, tão fundamental na gestão de sistemas corporativos, era de alguém introspectivo com a atitude sempre voltada para a resolução de problemas técnicos, hoje a evolução do mercado têm exigido cada vez mais a mudança dessa postura, já que o especialista em tecnologia da informação também desempenha papel indispensável nas estratégias competitivas da empresa.

Por isso, a conquista de algumas habilidades específicas se faz necessária para alcançar as melhores posições de carreira. Confira, a seguir, dez delas:

  • Visão de Negócios
  • Gestão de Projetos
  • Relacionamento interpessoal
  • Abertura para inovações
  • Domínio de idiomas
  • Pensamento Criativo
  • Liderança
  • Capacidade de questionamento
  • Conhecimento técnico e intelectual
  • Pensamento Analítico

Aprimore, aplique e repita

O gerenciamento da carreira pode parecer um luxo no mundo constantemente atarefado dos profissionais de TI. No entanto, essa tarefa nunca deve ficar em segundo plano. A função do profissional de TI mudou significativamente nos últimos 10 anos, com novas tecnologias, novas estruturas de gerenciamento e a turbulência econômica conspirando para criar uma época de oportunidade e tensão.
O processo de aprendizagem é constante e essencial.

 

Flávia Avancini