Dia do Farmacêutico

Standard

Dia do Farmacêutico é comemorado em 20 de janeiro no Brasil.

A ideia para criar uma data que celebrasse os profissionais de Farmácia começou com o farmacêutico Oto Serpa Grandado, que em 7 de janeiro de 1941, durante uma reunião da Associação Brasileira de Farmacêuticos, questionou os colegas o motivo pelo qual não existia um dia especial para comemorar a profissão, já que todas as outras profissões tinham uma data comemorativa.

Porém, apenas em 23 de janeiro de 2007, através da Resolução nº 460, de 23 de março de 2007, o Conselho Federal de Farmácia reconheceu o Dia do Farmacêutico.
A escolha da data decorre do fato de que no dia 20 de janeiro é comemorado o aniversário da Associação Brasileira de Farmácia, o qual surgiu em 1916.

A profissão

A profissão de farmacêutico é regulamentada no Brasil. Além de possuir diploma de bacharel em Farmácia, o profissional que deseja seguir esta carreira deve obter um registro no Conselho Regional de Farmácia (CRF) de seu estado.

O farmacêutico é capaz de produzir medicamentos e cosméticos em qualquer escala. Pode trabalhar em farmácias e drogarias como o responsável técnico ou atuar na fiscalização sanitária.

  • Preparar medicamentos personalizados.
  • Identificar as reações que determinadas substâncias exercem em nosso organismo.
  • Formular cosméticos e produtos de higiene.
  • Analisar a composição e controlar a qualidade de alimentos industrializados.
  • Examinar e testar novos componentes e princípios ativos.

Os farmacêuticos brasileiros, hoje, atuam em 74 diferentes campos de atividade, todas elas regulamentadas pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio de resolução. As atividades vão da umbilical Farmácia Magistral (manipulação alopática e homeopática) à engenharia genética; da assistência farmacêutica (com foco não só no medicamento, mas no paciente) ao armazenamento de células-tronco colhidas de cordão umbilical com fins terapêuticos; das análises clínicas à citopatologia; da Rádiofarmácia à produção e controle de qualidade de medicamentos, entre outras.

É previsto em lei que farmácias e drogarias devem ter farmacêuticos em seu quadro de funcionários. Além destes estabelecimentos, o profissional formado em Farmácia encontra oportunidades de emprego em:

  • Hospitais públicos e privados
  • Indústrias de medicamentos, cosméticos ou alimentos
  • Laboratórios de análises clínicas
  • Institutos de pesquisa
  • Vigilância Sanitária
  • Saúde Pública

Profissionais formados em Farmácia encontram um mercado de trabalho bastante aquecido e alta empregabilidade. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) revelam que 94,3% dos farmacêuticos do país estão empregados.

Sobre o curso superior em Farmácia

A graduação em Farmácia é oferecida na habilitação de bacharelado e possui duração média de 5 anos.
Durante a faculdade o estudante aprende conceitos gerais de Química, Biologia e Ciências da Saúde. A estrutura curricular do curso conta com disciplinas como:

  • Controle de Qualidade de Medicamentos;
  • Tecnologia de Alimentos;
  • Assistência Farmacêutica;
  • Cosmetologia, entre outras.

 

Flávia Avancini