22 DE SETEMBRO – DIA DA JUVENTUDE DO BRASIL

juventude-blog
Standard

Dia da Juventude do Brasil é celebrado anualmente em 22 de setembro. Além de 22 de setembro, existem outras datas em que se celebra a juventude, como o dia 30 de março e também o dia 12 de agosto, onde se celebra o Dia Internacional da Juventude.

Os jovens não aguardam ser compreendidos e tampouco pedem licença para participarem ativamente das mudanças. Como grande impulso para as transformações sociais a juventude se apresenta como fio condutor das transformações sociais.

Garantida no Estatuto da Juventude, a participação social e política dos jovens é entendida como um processo em que eles buscam influenciar e compartilhar o controle e a responsabilidade das decisões e do destino dos recursos que lhes afetam.

Nas décadas de 1960 e 1970, a participação dos jovens foi estratégica para o fim da ditadura militar ao representarem a grande resistência a esse regime político. Num passado mais recente, na década de 1990, eles pressionaram o governo pelo impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, e, em junho de 2013 e no começo de 2014, diferentes manifestações organizadas por jovens de metrópoles brasileiras, como São Paulo e Rio de Janeiro, mostraram que a juventude quer ter cada vez mais o direito à cidade.

No Brasil desde 2013 o Estatuto da Juventude garante um novo marco jurídico regulatório para o público jovem. Esse novo olhar foi sendo construído um pouco antes, com a criação da Secretaria Nacional de Juventude em 2005. Em 2010 houve a incorporação da palavra “juventude” à Constituição Federal Brasileira pela Emenda Constitucional nº 65, que abriu caminho que se deu com o Estatuto da Juventude.
Atualmente, os jovens constituem uma das maiores parcelas da população brasileira e representam quase 30% do eleitorado brasileiro aptos a votar nas eleições. Conquistada pelo movimento estudantil brasileiro, a possibilidade de voto aos 16 anos foi incorporada na Constituição Federal de 1988 e é um direito garantido, apesar de não ser uma obrigatoriedade. Segundo pesquisas elaboradas pela Justiça Federal, o combate à corrupção é uma das principais preocupações.

O jovem eleitorado procura, antes de votar, se manter cada vez mais informado sobre os candidatos que se apresentam aos cargos. Nas eleições de 2014, de acordo com as informações da Justiça Eleitoral, 1.638.751 jovens, de 16 e 17 anos, votaram. Como na maioria da população brasileira, o desejo de mudança está impregnado em 63% deles, que acreditam que o Brasil não está no rumo certo. Eles querem serviços públicos de mais qualidade, maior conectividade, acessos livres a banda larga e a tecnologia de ponta sem abrir mão da manutenção do poder de compra.

É importante popularizar o Estatuto para que os jovens conheçam seus direitos e vejam nele um instrumento legal de reivindicação para melhorar suas condições de vida e se apropriem dessa discussão sobre as políticas públicas para a juventude, especialmente da nova legislação que amplia algumas discussões mais específicas sobre o público adolescente jovem.

quadro-de-direitos

Flávia Avancini

Dia do Cliente (15/09)

dia-do-cliente-blog
Standard

CLIENTE vem do Latim CLIENS, “protegido de um patrono”.
O termo cliente permite fazer alusão à pessoa que tem acesso a um produto ou serviço mediante pagamento.
Dependendo do contexto, a palavra cliente pode ser usada como sinônimo de comprador (a pessoa que compra o produto), utilizador (a pessoa que utiliza o serviço) ou consumidor (quem consome um produto ou serviço).

O Dia do Cliente foi criado no estado do Rio Grande do Sul pelo empresário gaúcho José Carlos Rego, especialista em Marketing e Recursos Humanos.
 O dia 15 de setembro foi escolhido como Dia do Cliente por ser também o Dia Nacional da Defesa do Consumidor.

O papel do cliente ao longo do tempo:

Idade Média Era do Produto
(1820-1970)
Era do Cliente
(1970-hoje)
Fornecedores conhecia
bem seus clientes;
comunicação direta
Empresas vendiam tudo o
que produziam.
Cliente ficou em segundo plano.
Competição
acirrada retorna a
questão da excelência no
atendimento para
conquistar o cliente

A construção de um bom relacionamento entre o cliente e a empresa é fundamental, os clientes devem ser reconhecidos, identificados e expandidos. Para isso acontecer, é preciso conhecer bem, saber manter a comunicação, ouvir as necessidades e reconhecer a sua fidelidade.

Hoje em dia, esta proximidade é uma das práticas mais comuns entre as empresas, pois o desenvolvimento de retenção de clientes deve ser iniciado com a escolha do cliente, a identificação de suas necessidades, definição dos serviços prestados dispondo de funcionários motivados e capacitados.

Para compreender adequadamente o cliente, é necessária uma mudança de posição. Quando falamos em foco NO cliente, a posição que nos vem à mente é estarmos “frente a frente” com o cliente. E quando olhamos para um cliente nós o vemos, mas o que ele vê e espera está do lado oposto;

A empresa que se coloca ao lado do cliente (giro de 180 graus) passa a analisar a perspectiva DO cliente. E nesta nova perspectiva a empresa consegue fugir da comodidade danosa do foco induzido pelo cliente, colocando à disposição do cliente suas múltiplas competências, permitindo superar a sua expectativa e melhorar o seu resultado. Esta é a visão que revela a paisagem que os olhos e sentidos do cliente e suas verdadeiras necessidades muito antes delas estarem prontas para serem verbalizadas por ele mesmo.

Empatia: colocar-se verdadeiramente no lugar do cliente. Quando fazemos os nossos serviços, devemos entender como pode estar interligado na vida das pessoas envolvidas.
Realizar com dedicação e, por que não dizer, o amor que empregaríamos se aquilo fosse para nós.

Fazer o melhor: Precisamos dar o nosso melhor, fazer da melhor forma possível. Este é um bom lugar para se começar. Se empregamos o nosso melhor, então, por lógica, prestaremos o melhor serviço que nos seria possível.


 Flávia Avancini

PROFISSÃO: ATLETA

blog
Standard

Se perguntarmos a qualquer pessoa: Quem é atleta profissional? Teremos respostas semelhantes, ou seja, atleta profissional é aquele que faz do esporte a sua profissão. Mas, se perguntarmos sob a visão legal, a resposta será diferente.

A Lei Pelé, Lei 9.615/98, atleta profissional é aquele que celebra um contrato de trabalho remunerado entre o atleta e a entidade desportiva.
O curioso é que a lei Pelé dita obrigatoriedade somente aos jogadores de futebol de campo, ou seja, exige que tenham vinculo empregatício e registro na Federação de Futebol, para que o atleta tenha condição de jogo e possa atuar profissionalmente em competições oficiais.
Importante destacar que na realidade, para ser atleta profissional não é necessário um contrato de trabalho com alguma entidade desportiva, pois em sua maioria os atletas que se dedicam exclusivamente a pratica esportiva e tiram dela o seu sustento, não são contratados formalmente.

A rotina de um atleta é regida por disciplina, determinação, foco e autoconfiança, características pessoais fundamentais para profissionais de qualquer área que desejam alta performance.

Sequencias de treinos cada vez mais intensos, exigem um cuidado especial com a saúde e condicionamento físico; não sentir dor é uma missão quase que impossível. Várias vezes competem com muitas dores, seja qual for a modalidade esportiva.
Assim como nas empresas, o atleta é extremamente cobrado por seus resultados, o risco de perder a posição na grade esportiva é muito alto.
Além do árduo treinamento, o dia-a-dia dos atletas é feito de constantes mudanças.
O atleta tem que ser flexível e adaptar-se com facilidade às mudanças de país e de cultura; muitas vezes num cenário de solidão.

Psicólogos e outros profissionais da área que trabalham no desenvolvimento profissional dos atletas destacam as principais competências comportamentais:

  • CompetitividadeParece óbvio, porem existem atletas que apresentam mais motivação e empenho para vencer que outros.
  • ResiliênciaO atleta vive constantemente sob cobrança de si mesmo e dos demais que estão em seu entorno, por vezes vitorioso, considerado um campeão e, momentos seguintes um derrotado.
  • Relacionamento e fair play – Relacionamento colaborativo com os colegas de esporte; respeito aos superiores (treinador, arbitro), especialmente ético e cumpridor de regras.

A carreira de um atleta inicia muito cedo (em média 14 anos) e termina no auge da melhor idade de qualquer outro profissional (em média 35 anos).

A aposentadoria precoce destes profissionais costuma ter um panorama bastante realista e pragmático. Em geral, é preciso buscar outras alternativas profissionais e de renda que terão no futuro envolvendo possivelmente com ganhos menores e uma nova estrutura financeira para transição tão precoce.

 

P. Gratz

Desemprego: uma sombra pairando sobre o Dia dos Pais

desemprego-blog
Standard

Dia dos pais chegando e dessa vez queremos falar de um assunto que bate à porta de muitos deles: o desemprego. Infelizmente com a crise política e econômica, é grande o número de pais que estão fora do mercado de trabalho. Por mais que o mundo caminhe para a igualdade dos gêneros e que muitas mulheres tenham hoje o papel de provedor da família, o desemprego ainda é um peso muito grande para alguns homens, principalmente para os mais antigos, que vêm como sua responsabilidade o sustento dos seus filhos.

Muitos pais encontram-se aflitos, sem esperança e preocupados em passar para a sua família uma serenidade que custa a eles aparentar. Sem dúvida o desemprego pesa para todos, mas pelo dia que se aproxima, essa situação se acentua perante os olhos daqueles pais que se sentem ainda mais desconfortáveis diante dessa situação. É claro que o maior presente que gostariam de receber seria a notícia de uma oportunidade de emprego que deu certo, mas infelizmente não cabe aos seus filhos lhe dar esse presente.

Portanto, por mais que o dinheiro esteja faltando nesse momento, dê ao seu pai a atenção e o carinho que ele está precisando. Passe o Dia dos Pais ao seu lado, faça com que ele esqueça nesse dia a realidade do desemprego, faça pequenas surpresas, passeie, distraia-o, afinal ele é apenas seu super-herói de férias, acredite que ele logo estará na ativa e pronto para defender sua família com a mesma garra e determinação.

Feliz Dia dos Pais!

 

Luciana Martino

Dia Nacional da Saúde (05-08)

dia-da-saude-blog
Standard

A trajetória de Oswaldo Cruz e o Dia Nacional da Saúde

No dia 05 de agosto, comemora-se o Dia Nacional da Saúde.
A data rememora o dia do nascimento do grande sanitarista Oswaldo Cruz que foi pioneiro no estudo de moléstias tropicais e da medicina experimental no Brasil.

Em 1900, fundou o Instituto Soroterápico Nacional, no Rio de Janeiro, hoje Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).
Formou-se em 24 de dezembro de 1892, defendendo a tese “Veiculação Microbiana pelas Águas”.
Em 1896, foi para Paris especializar-se em bacteriologia no Instituto Pasteur, que na época reunia grandes nomes da ciência.
Em 1903, Oswaldo Cruz foi nomeado Diretor Geral de Saúde Pública, cargo que corresponde atualmente ao de Ministro da Saúde. Utilizando o Instituto Soroterápico Federal (atual Fiocruz), como base de apoio técnico-científico, deflagrou memoráveis campanhas de saneamento. Em poucos meses, a incidência de peste bubônica foi reduzida com o extermínio dos ratos, cujas pulgas transmitiam a doença.
Em 1909, Oswaldo Cruz deixou a Diretoria Geral de Saúde Pública, passando a se dedicar apenas ao Instituto (Fiocruz), onde lançou importantes expedições científicas que possibilitaram a ocupação do interior do país.
Erradicou a febre amarela no Pará e realizou a campanha de saneamento da Amazônia.
Em 1913 foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras.
Em 1915, por motivos de saúde, abandonou a direção do Instituto Soroterápico e mudou-se para Petrópolis.
Faleceu de insuficiência renal em 11 de fevereiro de 1917, em Petrópolis, com apenas 44 anos.

Aproveitando a celebração do dia da saúde e a chegada de mais um final de semana separamos algumas dicas para manter a sua saúde e da sua família em dia.

Diga Não ao Cigarro;
Beba com Moderação;
Alimentação Saudável:
Exercite-se regularmente;
Durma Bem – O Sono é Fundamental;
Proteja a sua pele – Use filtro solar todos os dias;
Faça Exames e controles preventivos periodicamente;
Pratique sexo seguro;
Controle o seu estresse;
Cuide dos seus Sentimentos.

Saúde: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades”.
OMS (Organização Mundial de Saúde).

 

Flávia Avancini

Como se Apresentar nas Entrevistas de Emprego

entrevistas-blog
Standard

Independente do cargo pleiteado, a imagem que o candidato transmite ao recrutador é de extrema importância, pois a primeira impressão é sempre a que fica.
A forma como o candidato se apresenta é importante juntamente com o seu histórico profissional e um currículo bem elaborado.
A entrevista é a oportunidade que o candidato tem para se vender à vaga, ocasião na qual deve chamar atenção pelo conteúdo apresentado.

Os pontos destacados abaixo contribuirão para que o candidato obtenha um bom desempenho na entrevista:

  • Ser pontual, checar com antecedência o endereço da empresa para ter noção do tempo gasto no trajeto, evitará atrasos caso ocorra algum imprevisto. O ideal é chegar com alguns minutos de antecedência.
  • Pesquisar sobre o segmento da empresa, conhecer sua história e cultura por meio do site da mesma, demonstra interesse, fora o fato de ser importante pesquisar sobre a organização na qual se almeja atuar.
  • Levar um currículo atualizado, revisa-lo quantas vezes for necessário, e ver se ele está aderente ao perfil da vaga. Não omitir informações ou mentir, nunca mencionar que executou uma determinada atividade se não chegou a desempenhá-la. Veja se as datas referentes ao período de permanência em cada empresa estão corretas, pois durante a entrevista o selecionador identificará rapidamente se essas informações são verdadeiras.
  • O celular deve estar desligado para a entrevista não ser interrompida.
  • Utilizar um tom de voz adequado. Falar muito baixo, denota falta de energia.
  • Por uma questão de ética, falar mal das empresas anteriores, chefia, clientes e colegas causará uma impressão negativa.
  • Não falar gírias como por exemplo, “trampo”, “busão”, “mano”, entre outras.
  • Para otimização do tempo, ser sucinto, responder somente ao que lhe for perguntado. As perguntas que levarem a respostas abertas, reflita antes de responde-las, destaque suas principais competências, habilidades técnicas e pessoais. Cite exemplos de atividades que já desempenhou que estejam relacionada às experiências solicitadas pelo empregador, ou seja, conhecimentos e habilidades necessárias para ocupar a vaga, quais resultados foram obtidos e deixar claro o motivo dos desligamentos, sendo eles coerentes. Saber quais são seus pontos fortes requer autoconhecimento. É importante realizar essa reflexão antes da entrevista, pois não é bom deixar lacunas ou respostas incompletas por meio das quais possa gerar dúvidas no selecionador.
  • A vestimenta é importante. Use roupas discretas, formal ou casual, esteja bem apresentável. Seja sensato na hora que for escolher o modelo mais apropriado. Asseio e cuidado pessoal também são observados. Então, nada de bonés, bermudas, decotes, acessórios e maquiagens excessivas.

No final da entrevista, esclareça suas dúvidas referentes as etapas do processo e da vaga. Saiba expressar a sua expectativa e motivação.
Agradeça a oportunidade concedida. Caso o prazo estipulado para obter o retorno expirar, encaminhe um e-mail desejando saber informações sobre o andamento do processo.

Aproveite essas sugestões da melhor maneira possível. Boa sorte!

 

Letícia Carvalho

Terceira Idade

terceira-idade-blog
Standard

No dia 26/07 comemoramos no Brasil o Dia dos Avós! Essa data foi escolhida em razão da comemoração do dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo. O objetivo deste dia é homenagear e agradecer toda a consideração e carinho que os avós dão aos seus netos.

Esse dia nos remete a um assunto delicado e complexo para muitos: a terceira idade. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), é a fase da vida que começa aos 60 anos nos países em desenvolvimento e aos 65 anos nos países desenvolvidos. A terceira idade caracteriza-se por mudanças físicas em todo o organismo do indivíduo, alterando suas funções e trazendo mudanças nos seus comportamentos, percepções, sentimentos, pensamentos e ações.

O envelhecimento ocorre em diferentes dimensões (biológica, social, psicológica, econômica, jurídica) e depende de diversos fatores ocorridos nas fases anteriores da vida, como as experiências vividas na família, na escola ou em outras instituições. Assim, a terceira idade ou velhice não comporta um único conceito, uma vez que a idade cronológica pode não ser idêntica à idade biológica e social do indivíduo.  A época em que uma pessoa é considerada na “terceira idade” pode variar. Mas o que queremos dizer é que é possível, e muito, aproveitar essa etapa de vida.

Aproveitar a Terceira Idade é saber o valor de cada momento que se vive. Entender que tudo tem uma hora, e cada hora tem seu brilho e valor. Envelhecer é redescobrir uma vida nova a cada dia e saber envelhecer com dignidade é uma dádiva, que exige sabedoria!

 

 

Luciana Martino

CARREIRAS INTERROMPIDAS

carreiras-interrompidas-blog
Standard

As pessoas passam boa parte da sua vida trabalhando, dedicando 8 horas ou mais do seu dia para uma atividade profissional que lhe proporcione o sustento. Muitas vezes acabam não tendo tempo para aproveitar o que a vida oferece, como a família ou os amigos, justamente pela grande quantidade de horas trabalhadas. E no final das contas, grande parte dos trabalhadores aguardam ansiosamente pela sua aposentadoria para, enfim, aproveitar o que resta da vida.

Estamos falando de profissionais que chegam ao final da sua carreira, com anos ininterruptos de trabalho, dedicação e esforço. Mas existem os grupos que optam por interromper suas carreiras por motivos diversos, algumas vezes por opção própria, outras por necessidade. Os principais motivos são:

Nascimento dos filhos: na grande maioria das vezes, são ainda as mulheres que optam por interromper suas carreiras temporária ou definitivamente para cuidar dos seus filhos. Trata-se de uma opção muito pessoal, mas que traz gratificação e prazer;

Cuidar dos pais ou avós: no outro extremo da linha da vida, estão nossos pais e avós, que passam por situações de saúde que muitas vezes requer cuidado e atenção especial. Fazer a opção de parar de trabalhar para assisti-los exige abnegação e um grande reconhecimento por tudo que fizeram por seus filhos/netos;

Dedicação aos estudos: alguns profissionais optam por parar algum tempo para dedicar-se à uma formação acadêmica mais completa e complexa, visando um upgrade em suas carreiras. Essa decisão de grande valia para algumas profissões exige planejamento financeiro e clareza dos objetivos;

Intercâmbio para aprimoramento de idiomas: também tem como objetivo principal o desenvolvimento e valorização da carreira. A vivência no exterior, o conhecimento de outras culturas e a fluência em idiomas trazem um diferencial de carreira bastante interessante. Da mesma forma, é preciso organizar-se financeiramente para isso;

Vivenciar um ano sabático: cada vez mais ouvimos falar de profissionais que optaram por interromper suas carreiras para “mergulhar” em si mesmos. Ano sabático é conhecido como o período de 12 meses em que a pessoa se dedica a algum projeto de vida particular, retirando para isso uma licença de suas funções profissionais. Num mundo em que as pessoas definem o valor pessoal das outras pela escolha profissional é preciso ser muito desconectado das opiniões alheias para encarar sem culpas uma licença física e mental dedicada a você mesmo;

Cuidar da saúde: às vezes a vida decide que você deve dar uma parada e cuidar de você mesmo. Normalmente são momentos difíceis, mas que quando superados trazem um grande fortalecimento e uma vontade imensa de retomar de onde paramos e seguir em frente com determinação.

Qualquer que seja o motivo, bom ou ruim, o importante é termos ciência de que nada na vida é definitivo, sempre há tempo para retomarmos. Decisões pessoais dizem respeito apenas a nós mesmos, e devem ser respeitadas! Faça da sua carreira o que você imagina que seja o melhor, interrompa quando o rumo precisar de um desvio ou de ser corrigido. Não espere sua aposentadoria para aproveitar a vida, o tempo para isso é aqui e agora!

 

Luciana Martino

Revolução de 1932-M.M.D.C

rev-1932-blog
Standard

Em 09 de julho comemora-se a deflagração da Revolução Constitucionalista de 1932, considerada a data magna do Estado de São Paulo através da Lei Federal n. 9.093, sancionada pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso (12-09-1995).

Os motivos que iniciaram o movimento datam de dois anos antes, quando a Revolução de 1930 depôs o presidente Washington Luís e impediu a posse do paulista Júlio Prestes. A entrada do gaúcho Getúlio Vargas à presidência, pôs um fim na chamada política do café com leite e desagradou as elites paulistas, representadas pelo Partido Republicano Paulista, o PRP, que viram não só o poder sobre a política brasileira ser perdido, como presenciaram também o então estado mais rico da federação ser submetido a um situação de submissão.

Uma das primeiras medidas do governo federal ao assumir foi dissolver congresso e os poderes estaduais. Enquanto outros estados ganharam interventores nascidos neles, São Paulo teve que se contentar com militares de outros locais, já que o Partido Democrata, que era a favor da revolução de 30, não conseguiu indicar ninguém para o cargo. Além disso, viram o major Miguel Costa, expulso da Polícia Militar por tentar derrubar o governo em 1924, assumir o comando da corporação.

As pressões sobre Getúlio Vargas começaram. As forças políticas e econômicas de São Paulo exigiam uma nova Assembleia Constituinte, novas eleições e o fim do governo provisório.

Em 1932 a capital era um barril de pólvora.

No estado de São Paulo era grande a insatisfação com o governo provisório de Vargas. Os paulistas esperavam a convocação de eleições, mas dois anos se passaram e o governo provisório se mantinha. Os fazendeiros paulistas, que tinham perdido o poder após a revolução de 1930, eram os mais insatisfeitos e encabeçaram uma forte oposição ao governo Vargas. Houve também grande participação de estudantes universitários, comerciários e profissionais liberais.

Os paulistas exigiam do governo provisório a elaboração de uma nova Constituição e a convocação de eleições para presidentes. Exigiam também, de imediato, a saída do interventor pernambucano João Alberto e a nomeação de um interventor paulista.

Os paulistas também criticavam muito a forma autoritária com que Vargas vinha conduzindo a política do país. Queriam mais democracia e maior participação na vida política do Brasil.

Com Vargas não atendeu as reivindicações dos paulistas, em maio de 1932 começaram uma série de manifestações de rua contrárias ao governo Vargas.

O estopim da Revolução Constitucionalista foi a morte dos estudantes Mário Martins de Almeida, Euclides Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Camargo de Andrade, durante a tentativa de invasão da sede de um jornal favorável ao regime varguista, em 23 de maio de 1932.

A sigla M.M.D.C que remete às iniciais dos nomes pelos quais os estudantes mortos eram conhecidos (Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo), se transformaram no símbolo do movimento, como mostra o cartaz de convocação de voluntários para a Revolução Constitucionalista, do acervo do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB).

Entre os meses de julho e outubro de 1932, as ruas de São Paulo foram o cenário de conflitos entre os revoltosos e as tropas do governo federal. O movimento, que exigia a promulgação de uma nova Constituição, fracassou no dia 1º de outubro de 1932, quando foi assinada a rendição que pôs fim à Revolução. Os principais líderes da revolta tiveram os seus direitos políticos cassados e foram deportados para a Europa.

Um dos monumentos mais emblemáticos de São Paulo faz referência à Revolução de 9 de julho de 1932. Trata-se do Obelisco do Ibirapuera, oficialmente chamado Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32. Lá estão sepultados os corpos de Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo e de outros 713 mortos durante o movimento paulista anti-Vargas.

O Obelisco, que tem 72 metros de altura, está localizado no Complexo Viário Ayrton Senna no Parque Ibirapuera. O monumento foi feito em mármore e inaugurado em 9 de julho de 1955, com projeto do escultor ítalo-brasileiro Galileo Ugo Emendabili e execução do engenheiro alemão radicado no Brasil Ulrich Edler.

Flávia Avancini

COACH – UMA MISSÃO DE ESCULTOR

coach-blog
Standard

Coach é uma palavra de origem inglesa que significa treinadorinstrutor. Além disso, um coach ou coacher é um profissional que exerce o coaching, ou seja, utiliza-se de uma metodologia que orienta o desenvolvimento pessoal e ou profissional do coachee (pessoa que se submete ao coaching).

A origem do termo coach surgiu, com significado totalmente diferente, na era medieval, com a figura do cocheiro, o homem que conduzia a carruagem. Os cocheiros também eram especialistas em treinar os cavalos, para que estes entendessem o comando das rédeas.

Coach é uma das profissões que mais têm evoluído nos últimos anos; a explosão de carreiras nesse campo ainda está apenas começando.

O coaching para o desenvolvimento profissional constitui-se em um processo conduzido por um profissional qualificado que utiliza metodologias, técnicas e ferramentas de coaching  para o benefício de um indivíduo, quer na sua área pessoal ou profissional. Este tipo de coaching é conhecido como “formal”, nele é selado um contrato; acordado um valor e acontece em sessões presenciais e ou virtuais.

O formato empresarial é um coaching focado nos profissionais que dirigem a empresa e, tem como objetivo desenvolver habilidades e competências comportamentais que possibilitem a direção na construção de uma empresa de maior destaque no seu segmento de atuação.

As corporações têm comprovado na prática que a metodologia supera os diversos modelos de gestão. Este ainda é um grande nicho de atuação para um novo Coach, pois as empresas têm buscado cada vez mais proporcionar todo o suporte para o desenvolvimento de seu capital humano. Essa valorização é fruto da eficácia do Coaching, pois não é apenas o profissional, individualmente, que colhe os benefícios, mas a empresa como um todo.

Tanto no campo profissional quanto no pessoal, o coaching é um processo dinâmico e interativo que pode ser conduzido individualmente ou em grupo, propiciando um ambiente de reflexão, construção, evolução e transformação a partir do autoconhecimento.

Seja um Coach!

Para se tornar um Coach Profissional, a melhor formação existente no Brasil é a Certificação Master Coach. Realizada pelo Instituto Brasileiro de Coaching – IBC, essa especialização garante uma formação no mais alto nível do Coaching.

Os pré-requisitos são a formação profissional das mais variadas áreas do conhecimento humano, a exemplo de médicos, engenheiros e jornalistas, psicólogos, entre muitos outros e, experiência sólida que permita uma atuação como coach consistente e segura no desenvolvimento de outros profissionais.

O pilar principal do Coach é o conhecimento,  capaz de transformar vidas e, contribuir significativamente para a construção de um mundo melhor. Trata-se da interação com processos mentais lógicos e não lógicos, com experiências anteriores, insights, valores, crenças, compromissos e vários outros elementos que fazem parte da mente humana.

 

P. Gratz